segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Russian Lolita, 2007 +18

Atenção, tento aqui manter o mínimo da minha dignidade em comunicar que esse texto está repleto de humor negro. E algumas palavras chulas. Além de conter imagens de sexo. Leia somente se for maior de 60cm. No blog Cronologia do Acaso, filosofia e sacanagem andam lado a lado!



Poucos sabem, mas eu curto muito filmes eróticos. Na verdade, poucos sabem mas eu curto muitos filmes trashs e o caramba. Filmes B etc. Bem, esse é o meu lado negro da força cinematográfica. Se eu confessasse, certamente passarias horas dissertando sobre o meu fascínio pelo lado sujo da humanidade, o que também diz respeito a produções gambiarras. 

Também vejo porno, porém ainda prefiro um bom erótico. É uma dose completa. Você se esbalda com a parte erótica e ainda dá boas risadas, é o serviço completo. Quase uma prostituta. Bem, tenho para mim que essa postagem servirá para acabar com minha reputação. Mas não há amor que vença tudo sozinho, é preciso sexo. Como diria Woody Allen "O sexo alivia tensões o amor os causa". Enfim, todo bom cinéfilo tem que conhecer a sexualidade a fundo no cinema, perceber de perto as habilidades artísticas de uma atriz dando para cinquenta negros. Ou um anão pegando geral. Esses sacrifícios que nós, doentes, fazemos em prol a arte. Alguns tem que dar a cara a tapa ( Ó céus, não é justo! ) 

Bem, é muito divertido. Assim como essa "adaptação" do livro clássico "Lolita". Chamado "Russian Lolita", de 2007.

Primeiro que constar na sinopse que esse filme se baseia no livro é sacanagem, se eu escrevesse um livro foda e visse isso, eu realmente ia ficar muito puto. Brincadeira, não ia não. Mas o babaca intelectual que mora em mim disse que era importante ressaltar isso. Começamos o filme com uma mãe e a filha ( cuja personalidade nos remete a uma criança com problemas mentais ), a atriz que interpreta a filha deve ter uns 25 anos, completamente desnutrida, o que facilita na caracterização da sua personagem, a lolita, que deve representar algo em torno dos 16 anos, não sei. O problema é que a lolita é tão insuportável no filme, que eu só posso imaginar que a atriz ultrapassou os limites da idade e transformou sua personagem em uma irritante criança de 5 anos. Talvez seja uma metáfora, deve se tratar de um filme polêmico, por conter uma analogia a pedofilia ou atração por meninas insuportáveis etc.

O que acontece é que essa mãe e filha foram abandonadas pelo marido/pai e estão passado dificuldade financeira. É quando a mãe anuncia, ainda na mesa, que vai alugar o quarto para ganhar alguma grana e ainda ter a possibilidade de trepar com um estranho, claro - suspeitei que era essa a intenção desde o início. A mãe parte, então, em uma aventura com sua cola tenaz (?)... sai colando anúncio nos poste do bairro, divulgando o aluguel do quarto.

O seu corte de cabelo lembra os bons tempos de Chitãozinho e Xoxoró... ops, Xororó
Um senhor de meia idade está chegando na cidade, pega o anúncio e chega no tal lugar, já esbarrando em uma garota de patins que, meu deus, ele descobre mais tarde ser a filha da mulher que está alugando a casa. Ai, gente, coisa do destino sabe? Então.

Alguém vai pra cadeia hoje


O homem aluga o quarto e começa a ter um envolvimento sexual-agressivo-coelhinho com a mãe, porém a filha fica excita em ouvir os dois transando no quarto. Ativando o seu lado possessiva e podre, se não bastasse ela ficar bêbada bebendo o vinho do pobre moço na mesa de jantar. Imaginem uma personagem insuportável? Ela é mais. A coisa mais detestável que eu já vi na minha vida. Mas acredito ser uma grande metáfora, como disse acima. A qualidade do filme é digna de prêmios em Cannes. Inclusive a caracterização d menina é uma coisa linda de se ver, ela trabalha com o corpo fino. As vezes pega umas bonequinhas, encara elas e joga para o alto, de modo a criar uma tensão, simbolizando uma rebelião contra a sua própria idade, ela precisa ser a mãe dela. Mas em determinada cena ela finge ser escritora ( coisa que o senhor é ) e coloca a calça dele. Simbolizando também a sua falta do pai e de uma boa surra. Enfim, é pura poesia audiovisual.

Lolita enchendo a cara

Lolita refletindo sobre a vida
Depois de ver a mãe transando no quarto... gugudada
Ela começa a se oferecer, nessa cena, por exemplo, temos ela contando um sonho que teve para ele. O que realmente não interessa para ele e para nós, temos que analisar com atenção a atuação física da excelente atriz.
O buraco começa a descer mais embaixo. Literalmente. Sua sedução extrapola os limites. O filme começa a ficar mais tenso que "Seven".
Essa cena ela está tomando banho no jardim(?) e pede ajuda dele, algo bem natural hoje em dia. 
Depois temos o passeio com o triângulo amoroso no parque...
Meus caros, o filme é composto por metáforas, como eu disse, reparem o que acontece a seguir:
Sim, eles estão caminhando e o senhor passa por entre duas árvores! É impressionante essa ideia de representar as ações por meio de uma caminhada despretensiosa. É isso, ele está no meio de duas mulheres, que são ligadas por uma mesma raiz. Ele come o presente e o futuro.
Depois de muita enrolação eles fazem amor pela primeira vez. Ela sangra. Pois apesar da sua arte de seduzir, ainda era virgem. Algo parecido - e melhor - do que "Beleza Americana".
Os minutos que se seguem, é só sexo entre eles. A coreografia muda em gente? Kama Sutra foi muito útil. Só que acontece algo crucial e terrível... 
OMG!!!!!!!!
Depois do flagra, eles tem uma discussão. Os três, sobre o futuro e essas coisas banais de filmes dramáticos. A música fica alta e não ouvimos o assunto, só os gestos. Esse momento, por exemplo, parece que o cara está tocando a lolita para a sua casinha no quintal e a mãe com cara de "que merda que eu fiz".
Mas somos surpreendidos mais uma vez! Eles resolveram ficar juntos - lembra das árvores? Temos então uma esperança de que, nessa família, tudo ficará bem. A menina está cavalgando e a mãe dando o peitinho. A menina é o presente lembra? Então, o presente domina nossa necessidade. O futuro dá o leite. E eu, puta que pariu, tenho que queimar no inferno por assistir essa bosta.

7 comentários:

  1. onde tem pra baixar?

    ResponderExcluir
  2. Qual o nome do ator desse filme russian lolita quero saber. Quem souber mim avise por favor. Obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vladimir Sorokin é o nome dele.

      Excluir
  3. Eu já tinha visto haha..
    Uma parte legal é quando eles 3 estão caminhando no parque, Tem uma subida e ele está mais atrás e a Lolita tira a calcinha e dá para ele, daí ela fica andado na frente dele sem calcinha, como é subida ele fica olhando para os países baixos dela todo nervoso preocupado se a mãe dela vai perceber xD

    ResponderExcluir
  4. se eu não tivesse assistido, iria querer ver por seu comentário e fotos. Sou contra a pedofilia, mas vejam o que essa moça fez com o cara:

    ela se oferecia o tempo todo, como quem dissesse: olha aqui uma buceta novinha e apertadinha, vai recusar? sentava em cima dele, ficava sem calcinha com a perna aberta, mostrava os seios (durinhos e empinados, por sinal), pediu pra ele dar banho nela, ou seja, fez de tudo pra ser comida. Quando aconteceu, aí não parou mais, as cenas de sexo são ótimas. Final ótimo rsrsrsrrs
    (o cara ficou comendo mãe e filha, sonho de consumo de um monte de homem. Mas as duas não fazem meu gênero, uma gorda e a outra magérrima.)

    Bom, quando a atriz pornô (Valeria Nemchenko) fez o filme, já tinha 21 anos, mas a personagem acho q era uma ninfeta de uns 13 ou 14.

    ResponderExcluir
  5. PAREI DE LER O COMENTÁRIO ACIMA NO "SOU CONTRA MAS", mas é o caralho ¬¬

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...