sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013

Para Sempre Lilya


Ao som de Mein Herz Brennt  ( Meu Coração Queima ) da banda alemã Rammstein, temos o primeiro contato com a personagem Lilya. Ela está correndo – aparentemente sem rumo – e a única coisa que sentimos, e sabemos que acontece ali, é desespero. A menina está a beira de um suicídio, e , se observarmos a música que acompanha aquela terrível situação, vemos que não haveria uma melhor forma de expressar todo sentimento que temos nessa cena.

O Filme é dirigido pelo diretor Sueco Lukas Moodysson, que fez filmes incríveis e conceituadas como: “Amigas de Colégio” – que até hoje é louvado por muito Suecos, “Um Vazio no Meu Coração” e, o mais recente, “Corações em Conflito”.
“Para Sempre Lilya” conta a história de uma jovem de 16 anos, interpretada pela carismática e linda Oksana Akinshina, que quando abandonada pela mãe em um subúrbio da antiga União Soviética, recorre a prostituição para sobreviver. Exposta aos problemas diários, a única pessoa que lhe faz companhia é seu amigo Volodya um garoto de 11 anos.
Apesar de ser um filme muito triste, a esperança está presente em todo o filme, a vontade de que as coisas dêem certo mesmo sabendo que é extremamente difícil algo bom acontecer. O sentimento é acolhedor, pois, querer ajudar é o que mais passou pela minha cabeça, e sabendo que o abandono está presente na sociedade todos os dias, nos afasta da impressão de que a história de Lilya é ficção.
Eu sempre digo que o cinema é a melhor forma de conhecer pessoas e situações, poder estar ao lado dos personagens e sentir o que eles sentem, mas, de vez em quando, aparecem filmes que tem como intenção te dar um soco bem forte, para simplesmente, acordar.
Recomendo de coração a todos assistirem “Para sempre Lilya”, um dos filmes mais honestos que já assisti.


Um comentário:

  1. O filme, “Para sempre Lilya”, lindo e triste, foi baseado em uma história real acontecida na Rússia, como tantas outras que sofrem a mesma coisa por conta da pobreza que o comunismo gerou na Rússia e nos países pós desmembramento do União Soviética. Liliane

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...